MENU

Comments (0) Magento, O Básico

CMS Magento! CM…o quê?

Eis que finalmente alguém vai fazer uma comparação entre as maiores e melhores ferramentas CMS open-source do mercado. #SóQueNão

O Magento NÃO é CMS. O Magento POSSUI um CMS como módulo. Se você quer realmente saber o que é o Magento leia o post: O que é Magento?

Mas então por que existem tantos sites falando sobre o CMS Magento e comparando com outros sistemas CMS? Vamos tentar responder sem grosserias.

Sopa de letrinhas

CMS é um acrônimo para Content Management System, traduzindo: Sistema de Gerenciamento de Conteúdo.

Open-Source que muita gente chama de código livre, significa que determinado software possui o código-fonte aberto e o mesmo é distribuído de forma livre – ou seja, você faz o que quiser com o código.

PHP é outro acrônimo para Personal Home Page, que depois virou PHP Hypertext Preprocessor. Trata-se de uma linguagem de programação web livre.

Plugins são pequenas extensões de código que quando combinadas com um aplicativo podem aumentar/modificar sua capacidade de processamento.

Estas quatro palavras juntas fazem muita gente tomar o caminho errado e confundir o Magento com outros sistemas CMS, levando a seguinte pergunta: Qual é o melhor?

Mas pra isso precisamos definir os concorrentes.

As opções de mercado

WordPress – gerenciador de conteúdo web, open source, escrito em php com mysql, aceita plugins, voltado principalmente para criação de blogs, usado por muitas empresas.

ex.: ecommercebrasil.com.br, brainstorm9.com.brimasters.com.br

Joomla – gerenciador de conteúdo web, open source, escrito em php com mysql, aceita plugins, voltado à criação de portais/catálogos/blogs, usado por muitas empresas.

ex.: portal.mec.gov.bresquadrilhadafumaca.com.brrockettheme.com

Drupal – gerenciador de conteúdo web, open source, escrito em php com mysql, aceita plugins, voltado à criação de sites de notícias/blogs/colaboração de conteúdo, usado por muitas empresas.

ex.: gamezebo.comozzy.comsocialseo.com

Magento – plataforma de comércio eletrônico, open source, escrito em php com mysql, aceita plugins, com foco no desenvolvimento de lojas virtuais, usado por muitas empresas.

ex.: heringwebstore.com.bridealshop.com.brloja.imaginarium.com.br

Se você não prestar atenção aos detalhes, todas as opções parecem iguais. Todas possuem CMS, todas são open-source, todas foram construídas em PHP, todas usam MySQL, todas são usadas por empresas, todas aceitam plugins, qual a diferença?

A maior diferença é o objetivo. Cada uma dessas ferramentas possui um propósito, elas foram criadas para atender uma demanda específica.

Ainda parece tudo a mesma coisa

Graças aos plugins, essas extensões de funcionalidades criadas à partir do sistema base. É possível deixar um sistema CMS com cara de comércio eletrônico, e um sistema de comércio eletrônico com cara de CMS.

Com wordpress por exemplo, você pode instalar o plugin woocommerce que vai transformar o seu blog em uma loja virtual.

Com joomla também é possível instalar o plugin virtuemart, e assim usar o sistema como se ele fosse uma loja virtual.

E o mesmo acontece com o drupal, instalando o plugin ubercart, você deixa seu site com cara de loja virtual.

Mas é importante frisar que essas transformações são para inglês ver. São apenas maquiagens visuais, elas não alteram a estrutura base do sistema a ponto de transformar-los em uma plataforma completa de ecommerce.

Já o Magento é uma loja virtual, ele foi construído para ser um site de vendas. E possui um módulo (plugin) para gerenciar conteúdo estático (CMS).

Em resumo

Se você for comparar apenas o módulo de CMS do Magento com outros sistemas especializados em CMS (joomla, drupal, wordpress), o Magento leva uma surra de qualquer um deles. Estes sistemas são ótimos gerenciadores de conteúdo.

Da mesma forma, o Magento possui um módulo de newsletter. Mas se compararmos o módulo do Magento com um sistema especializado de newsletters como o MailChimp. O Magento leva outra surra.

O Magento também apresenta estatísticas de acesso ao site, como o número de usuários online. Mas se você for comparar com um sistema de análise de tráfego como o google analytics, o Magento não chega a 1% do que o analytics do google é capaz de oferecer.

Então se você quer comparar o Magento com outra ferramenta, compare com um sistema de comércio eletrônico. Um que seja capaz de: controlar estoque, pedidos, entregas, impostos, clientes, grupos, promoções, conteúdo estático, pagamentos, relatórios, administradores, multi-lojas, templates, SEO, vendas cruzadas, vendas agregadas, diversos tipos de produtos, múltiplos endereços, backups, exportação/importação de dados, webservice, cache, enquetes, comentários, moedas, idiomas, etc, etc, etc.

Isso significa que ser expert em drupal, joomla e/ou wordpress não o capacita para trabalhar com Magento.

Sucesso!

Parceiros

Comments are closed.