MENU

Comments (0) Destaques, Magento, SEO

Os 5 erros de SEO que (quase) todas as empresas cometem

Cada vez mais o SEO (otimização de sites para buscadores) está presente na vida de qualquer pessoa que trabalhe na internet, seja ele um blogger como o ninja Mario SAM, um proprietário de e-commerce, um desenvolvedor de sites, ou uma empresa prestadora de serviços como a Score Media.

Todas essas pessoas estão buscando melhores posicionamentos orgânicos nos buscadores para alavancar suas vendas, geração de leads e até mesmo para conseguir novos leitores para seu conteúdo, porém muitas vezes durante a correria do dia-a-dia não conseguimos acompanhar todas as atualizações dos algoritmos dos buscadores, e sequer percebemos que estamos cometendo alguns erros de SEO (Alguns básicos, outros avançados).

O objetivo deste artigo é destacar alguns erros de SEO que devido a essas atualizações, você sequer sabe que está cometendo:

1. Meta Keywords…. Blergh!

Esse erro pode ser um dos mais óbvios desse artigo, mas ainda sim quando iniciamos um gerenciamento de SEO com nossos clientes encontramos pessoas que ainda preenchem o campo de meta keywords do seu site.

A Meta Keywords ainda é interpretada pelo Bing, porém o tempo X benefício de realizá-la simplesmente não compensa, pois a relevância é quase nula.

2. Sim, a meta descrição ainda é MUITO importante

Ao contrário da meta keywords, a meta description (ou meta descrição) ainda é um fator importante para SEO. Você provavelmente irá dizer: “Henrique, acho que você está enganado, pois a meta descrição tem um fator de rankeamento baixo em relação a outros itens de SEO, como a velocidade do site”. Calma, eu explico.

Na verdade devemos considerar que a meta descrição é um dos maiores fatores de rankeamento indireto de SEO, pois hoje de acordo com a pesquisa da Search Metrics, o principal fator de rankeamento é o CTR (Click Through Rate) que é basicamente representada pela fórmula ((cliques / impressões) *100). Sabendo disso devemos sempre otimizar nosso resultado de pesquisa para que o mesmo tenha cada vez mais uma taxa de CTR melhor (já sabe onde eu vou chegar, certo?), hoje um resultado de pesquisa é composto por:

– Title
– URL
– Meta description

exemplo meta description

Uma meta descrição convidativa e bem desenvolvida aumenta a clicabilidade do resultado de pesquisa, eleva o CTR e consequentemente seu posicionamento orgânico (não adianta ficar clicando em seu resultado repetidas vezes para aumentar o CTR ok? O Google consegue identificar).

3. Sinais sociais afetam SIM o rankeamento nos buscadores

Lembra da pesquisa citada acima? Ela também afirma que sinais sociais (Likes, Shares, Pins, G+, Tweets, etc) na página também influenciam como os buscadores interpretam e posicionam o site em si, portanto um erro comum é ignorar estes sinais sociais em suas páginas (no exemplo do e-commerce, páginas de categorias, produtos, home e etc).

Uma dica bem simples para começar a demonstrar sinais sociais em seu site é instalar ferramentas de compartilhamento, como o Addthis ou o Get Site Control (são ambas gratuitas em algumas funcionalidades de compartilhamento, e possuem pacotes Premium), são bem simples de instalar, basta inserir seu código JS no site e administrar via seus respectivos painéis de controle.

4. Layout responsivo, beleza, mas é rápido?

Meu site é responsivo, que venha o posicionamento orgânico \o/. Não exatamente.

Sim, o layout responsivo é excelente para o SEO, mas a velocidade de carregamento vem logo depois como um balde de água fria, portanto considere sempre na experiência mobile do cliente e não na tecnologia.

Ex: “O site de venda de bolos da Iza é responsivo, e conta com a foto de seus principais produtos na home ordenados por sabor, porém ao analisar a home do seu site através de ferramentas de carregamento de sites como o Pingdom ou o Webpagetest.org, chegamos a conclusão que o site da Iza está com cerca de 10MB na home e demora cerca de 20s para carregar devido aos banners em alta definição de 2800 x 1200 px (imagine então em um celular com tecnologia 3G o tempo de carregamento praticamente dobraria para 40s ou mais).”

Nesse exemplo citado, a tecnologia responsiva até poderia oferecer uma experiência agradável para a compra de bolos, porém devido ao tempo de carregamento do site e dos banners com tamanhos desnecessários, a experiência do usuário é comprometida, assim como seus posicionamentos no buscador.

5. www.ComprarDominioComPalavraChave.com.br

Esse erro é comum e acredite, todos que trabalham com internet pensaram ou cometeram pelo menos uma vez.

Evite comprar domínios extensos com a palavra chave que você deseja se posicionar, isso é uma prática que funcionou por um pequeno período a algum tempo atrás, porém hoje agrega pouco valor e sinceramente para a experiência do usuário não é agradável, pois imagine um mundo aonde tivessem domínios:

www.ComproSeuCarroAlienadoPagoAVista.com.br
www.FeiraDaCriancaGestanteBebeECrianca.com.br
www.FabricaDeChocolateSwonka.com.br
www.ConsultoriaDeSeoELinksPatrocinadosScoreMedia.com.br

Isso com certeza não seria fácil de memorizar, não agrega em nada a experiência do usuário na página e com certeza ficaria bem estranho nos resultados de pesquisa dos buscadores.

A área de SEO ainda é muito nova no ramo digital, portanto não se julgue demais por cometer algum dos erros acima, pois a maioria deles não acarretam em punições (talvez o erro 5 em excesso sim), caso você ainda se sinta inseguro de realizar SEO por conta própria ou não tenha tempo de se atualizar, considere contratar uma consultoria de SEO.

Este artigo foi criado por Henrique Troitinho – CEO da Score Media (empresa vencedora do prêmio ABComm como melhor consultoria de negócios digitais 2016).

Parceiros

Comments are closed.